Publicidade

Educa mais cast

Projetos no contraturno escolar promovem formação dos alunos

Atividades recreativas, esportivas e socioculturais beneficiam crianças e jovens que frequentam as escolas de São Carlos

| Especial para o tudo ep -

Clique e confira como foi a ação no programa Mais Caminhos da EPTV! 

No contexto da educação, a ideia de contraturno nada mais é que os períodos do dia nos quais os alunos não estão envolvidos nas atividades da escola. Só que, por mais que o conceito em si seja simples, é consenso entre os educadores que o que acontece fora de sala de aula é tão importante para desenvolvimento integral de crianças e jovens quanto o que é realizando dentro dela. 

Buscando oferecer o máximo das habilidades que resultam nessa formação integral, como criatividade, comunicação, sociabilidade e desenvolvimento corporal, a Secretaria Municipal de Educação (SME) de São Carlos foca parte do seu projeto educacional em duas iniciativas: o Centro Municipal de Extensão e Atividades Recreativas (CeMEAR) e o Programa Recreação.

Crédito: Divulgação
 

Oferecido a crianças e jovens entre 6 e 16 anos, o primeiro projeto foi criado em 2018 e hoje atende estudantes da rede municipal do Jardim Gonzaga e do entorno, com aulas gratuitas de teatro, inglês, balé e artes marciais. "São momentos de prazer e de interação, nos quais as crianças ocupam a mente e empregam a energia para aprender algo que gostam e se aprimorar. Isso tem um impacto muito positivo na autoestima delas", destaca Paulo Vinicius Pereira da Silva, supervisor do CeMEAR e professor de Educação Infantil. 

Para o supervisor de ensino da SME, Osmair da Silva, esse espaço também democratiza o acesso dos alunos ao esporte e ao lazer de boa qualidade. "O CeMEAR é um ambiente importante de sociabilidade. Sem ele, as crianças dessa região periférica não teriam a possibilidade de frequentar atividades como as que estão sendo propostas gratuitamente. Existe um aspecto social muito forte para além da proposta educativa", ressalta. 

Gerando oportunidades de futuro

Crédito: Divulgação

 

Mais antigo projeto de lazer para estudantes do Ensino Fundamental da rede pública em São Carlos, o Programa Recreação também desenvolve atividades recreativas, culturais e artísticas no contraturno escolar. Campeãs olímpicas brasileiras, como a velocista Maurren Maggi e a ex-jogadora da seleção feminina de futebol Mônica de Paula hoje atletas de elite , participaram dessa iniciativa que já existe há quase 60 anos. 

"O Programa Recreação é uma política pública de atividades diversificadas já bem consolidado em São Carlos. As crianças desenvolvem a criatividade, aprendem um esporte, descobrem talentos. Ou seja, recebem estímulos que não teriam se passassem o tempo livre na rua. Não à toa, nomes importantes do esporte já participaram do programa", afirma o supervisor de ensino da SME, avaliando o forte apelo social do Programa ao transformar o tempo ocioso fora da escola em uma rotina produtiva. 

Clique e confira como foi a ação no programa Mais Caminhos da EPTV!

Publicidade