Publicidade

tudo viagens

Rotas religiosas vão impulsionar o turismo no Brasil

Expectativa é que o movimento de turistas cresça a partir do segundo semestre deste ano, quando acontecem os maiores eventos do país ligados a fé

| ACidade ON -

Estátua de São Miguel Arcanjo, no santuário em Bandeirante, Paraná. (Foto: Divulgação)


Por Eduardo Gregori
edugregori@gmail.com

Responsável por movimentar peregrinos e fiéis de todo o mundo, o turismo religioso é apontado como um dos produtos que vai incrementar o setor no Brasil a partir do segundo semestre deste ano. A expectativa das lideranças ligadas aos Fóruns Nacional e Estadual de Turismo Religioso é de que a retomada venha a partir das maiores manifestações religiosas do país, marcadas para depois de julho. 
 
GOSTA DE VIAJAR? CONFIRA AQUI DESTINOS IMPERDÍVEIS COM ÓTIMOS PREÇOS

Entre elas estão o Círio de Nazaré, em Belém (PA), a Romaria de Nossa Senhora da Aparecida, em Aparecida do Norte (SP), e a Romaria de São Miguel Arcanjo, no município de Bandeirantes (PR). Essas três festas, juntas, devem reunir quase 3,5 milhões de peregrinos e romeiros entre os meses de agosto e outubro.

Novas rotas

No Paraná, pelo menos duas novas rotas de turismo religioso estão sendo organizadas: a Rota da Medalha Milagrosa, entre Irati e Prudentópolis, que já foi implementada há quatro meses, e um caminho de fé, ainda em projeto, que vai acompanhar, por meio de estradas rurais, a consolidada Rota do Rosário, inspirada no Caminho de Santiago de Compostela, rota internacional feita desde o século IX por peregrinos de todo o mundo para venerar as relíquias do apóstolo Santiago Maior.

A Rota do Rosário tem aproximadamente 650 km e une 12 municípios e 15 santuários na região de Campos Gerais e Norte Pioneiro. Foi idealizada por dom Fernando José Penteado, então Bispo Emérito da Diocese de Jacarezinho, há 14 anos, com o objetivo de evangelizar a população a partir dos santuários existentes e seus atrativos.

Santuário será ampliado

Entre os santuários que integram a Rota do Rosário está o Santuário de São Miguel Arcanjo, localizado numa colina em Bandeirantes, a 430 km ao norte de Curitiba. Inaugurado em 2012, o Santuário recebe anualmente de 500 a 600 mil fiéis e peregrinos vindos de várias partes do Brasil.

No dia 29 de setembro, quando a Igreja Católica comemora o Dia de São Miguel Arcanjo, o Santuário chega a acolher entre 50 mil e 60 mil peregrinos. No local, estão a segunda maior imagem de São Miguel Arcanjo do mundo (segundo a igreja Católica), com 19 metros de altura, e a segunda maior cruz, com 81 metros de altura, equivalente a um edifício de 27 andares.

Novos investimentos estão sendo feitos para ampliar o complexo do Santuário de São Miguel Arcanjo com a construção de uma arena coberta de 30 mil metros quadrados, com capacidade para receber 30 mil pessoas sentadas e 50 mil pessoas em pé, e da Via Sacra, trajeto com 15 capelas onde os devotos irão percorrer os 15 atos do calvário de Jesus. Ainda está prevista a implantação de uma passarela, por sobre a rodovia federal, ligando os dois atrativos, facilitando a travessia dos fiéis e devotos, com conforto e segurança.

Publicidade