Publicidade

tudo viagens

Prepare as canelas e conheça cidades britânicas a pé

Palácios, pubs e grafites de David Bowie estão entre as atrações de Londres, Manchester e Edimburgo

| ACidade ON -

Andar faz bem à saúde e não há outra forma melhor do que conhecer uma cidade do que colocar as canelas para trabalhar. (Foto: Divulgação)


Por Eduardo Gregori
edugregori@gmail.com

Andar faz bem à saúde e não há outra forma melhor do que conhecer uma cidade do que colocar as canelas para trabalhar. Apesar de muitas vezes cinzentas e chuvosas, algumas cidades britânicas têm todo um charme que só quem caminha por suas ruas consegue experimentar. Então, em uma próxima viagem ao Reino Unido, aproveite para dar uma força na sua saúde física e ainda promover uma atitude sustentável, deixando os transportes de lado e colocando o corpo para caminhar. 
 
GOSTA DE VIAJAR? CONFIRA AQUI DESTINOS IMPERDÍVEIS COM ÓTIMOS PREÇOS

Londres

Em Londres, um dos bairros mais bacanas para explorar a pé é o East End. Um bom ponto de partida é a estação de metrô Aldgate East, a um minuto a pé do centro de arte contemporânea de Whitechapel Gallery. A próxima parada, após 25 minutos de caminhada pela Liverpool Street, é o Barbican, onde os entusiastas da cultura podem acompanhar uma programação de cinema, arte, música e teatro.

Voltando ao East End via Shoreditch e Brick Lane, os caminhantes passam por um burburinho de criatividades, lojas exclusivas e curry de dar água na boca. De lá, são cinco minutos de caminhada até o Old Spitalfields Market, lar de um labirinto de barracas e artesãos independentes. Os visitantes podem terminar a aventura com uma bebida no histórico pub Ten Bells, uma verdadeira instituição do leste de Londres, em frente ao mercado.

Outra rota revela os marcos imponentes e parques serenos de Londres e começa no Green Park, seguindo o caminho pelos gramados até que a arquitetura impressionante do Buckingham Palace apareça. Depois de uma selfie obrigatória, os visitantes podem continuar ao longo da rota para o The Mall, uma grande rota cerimonial adornada com bandeiras do Reino Unido (conhecida como Union Jack). Ao longo do caminho fica o St James's Park, um local perfeito para um piquenique ou um almoço no café do parque.

Mais adiante nesse caminho incrível, os visitantes encontrarão Admiralty Arch e a Trafalgar Square, bem como obras-primas da National Gallery. Depois de contemplar as fontes e os leões de bronze da praça, os visitantes podem dirigir-se ao Trafalgar St James, bar na cobertura para um coquetel com vista, antes de seguir para Whitehall, que abriga os históricos Horse Guards, a opulenta Banqueting House e 10 Downing Street, onde mora e trabalha o primeiro-ministro. No final de Whitehall está o epicentro político da Inglaterra, a Parliament Square, onde os visitantes podem contemplar a House of Commons (Câmara dos Comuns) e o Big Ben, todos a poucos passos da Westminster Bridge, que oferece vistas impressionantes do rio Tâmisa e Southbank.

Manchester

Em Manchester, a rota pelo Northern Quarter inclui bares badalados, lojas exclusivas e delícias visuais, Primeiro, os visitantes podem espiar o mural Blue Tit, o ícone visual da área, antes de seguir para a Stevenson Square, nas proximidades, para grafites realistas de David Bowie. Dá para continuar a inspiração visitando a Piccadilly Records, ou compre uma roupa vintage na Afflecks Arcade.

Depois de encontrar essas joias, os visitantes podem apreciar mais arte de rua atraente na Tib Street, antes de reabastecer no Koffee Pot, um point local para frituras. Em seguida, é hora de experimentar a criatividade local no Manchester Craft and Design Centre antes de continuar a terapia de compras no elegante Deadstock General Store. Os amantes da gastronomia podem terminar com uma parada no V-Rev Vegan Diner ou no Terrace NQ, um bar na cobertura com vistas deslumbrantes da cidade.

Outra rota convida a descobrir o passado de Manchester ao lado de atrações modernas em Ancoats, o primeiro subúrbio industrial do mundo. Começando na Anita Street, os visitantes caminham entre duas fileiras de casas vitorianas construídas para os trabalhadores locais da época antes de ver o Beehive Mill, um dos moinhos mais antigos da região.

Outros destaques industriais ficam ao longo da Murray Street e da Jersey Street, onde os imponentes Paragon e Murrays' Mills atraem os visitantes com majestade industrial. Quem quer saber como é viver como um local pode ir para Cutting Room Square, lar da amada pizzaria Rudy's e no bar de bairro Jane Eyre. Em seguida, os viajantes podem continuar no Rochdale Canal e na tranquila New Islington Marina. Ao voltar para o centro de Manchester, os visitantes complementam o passeio com uma visita às muitas lojas vintage da cidade, como a Blue Rinse Vintage e a Pop Boutique, ambas a 15 minutos a pé da New Islington Marina.

Edimburgo

Repleto de vistas panorâmicas, locais históricos e jardins gloriosos, a rota de caminhada repleta de vistas ao redor de Edimburgo começa no Camera Obscura. Localizada na Outlook Tower, a atração inclui vistas de 360 graus da cidade a partir do terraço na laje. Do outro lado do The Mound e nos Princes Street Gardens fica a próxima parada, o icônico Scott Monument, construído para homenagear o escritor Sir Walter Scott.

Os visitantes podem subir os 287 degraus sinuosos até o topo deste edifício de estilo gótico e de lá apreciar a vista de Salisbury Crags. A apenas 800 metros de distância, cruzando a arquitetura georgiana da Princes Street, está Calton Hill. O morro toma aproximadamente cinco minutos para subir por uma escada na Regent Road (lado sul) ou Royal Terrace (lado norte), recompensando os visitantes com vistas deslumbrantes do Parlamento escocês, do Holyroodhouse Palace e da Royal Mile.

Depois de abrir o apetite, os exploradores podem desfrutar de uma rica refeição no topo da colina no The Lookout by Gardeners Cottage, antes de caminhar três quilômetros até o mirante definitivo de Edimburgo: o antigo vulcão Arthur's Seat, com rotas de caminhada para se adequar a diferentes habilidades.

Procurando um passeio? Os fãs do ar livre podem experimentar uma viagem de um dia a pé pelas colinas de Edimburgo.

Outra rota entre as cidades velha e nova de Edimburgo começa na Georgian House, uma casa de época restaurada, antes de seguir para o topo da George Street, um destaque comercial e importante via da Cidade Nova. Passando pelo Castelo de Edimburgo, os visitantes serão transportados de volta no tempo ao chegar à Royal Mile, que abriga o misterioso mundo subterrâneo do beco conhecido como Real Mary Kings Close. Fãs da literatura podem planejar uma refeição no The Elephant House, que seria o local favorito da escritora JK Rowling sentar e escrever, e descobrir Greyfriars Kirkyard, um cemitério histórico cheio de contos escoceses e conexões com Harry Potter. Depois, os visitantes podem explorar o National Museum of Scotland, antes de concluir este passeio a pé com uma cerveja refrescante e música folclórica ao vivo no Sandy Bell's.

Publicidade