Publicidade

tudo viagens

Cruzeiros voltam a operar no Brasil a partir do próximo sábado

Após nova avaliação do cenário epidemiológico de covid-19 no país, temporada tem sinal verde e segue até 18 de abril

| ACidade ON -

No Brasil, a última temporada (2019/2020) trouxe um impacto de R 2,24 bilhões para a economia nacional. (Foto: Divulgação)


Diante de uma nova avaliação do cenário epidemiológico de Covid-19 no país, o Ministério da Saúde autorizou a continuidade da temporada de cruzeiros no Brasil, a partir do próximo sábado (05/03). Assim, até o dia 18 de abril, quatro navios percorrerão 19 roteiros que passarão por oito destinos dos estados de Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro, entre eles Balneário Camboriú, Itajaí, Porto Belo, Santos, Ilhabela, Rio de Janeiro, Angra dos Reis/Ilha Grande e Búzios. 
 
GOSTA DE VIAJAR? CONFIRA AQUI DESTINOS IMPERDÍVEIS COM ÓTIMOS PREÇOS

"A decisão de retomar a temporada de cruzeiros foi tomada a partir do alinhamento das autoridades competentes junto ao setor de cruzeiros, estados e municípios envolvidos, com o intuito de zelar pela segurança de turistas e tripulantes. Este é um segmento importantíssimo para a geração de emprego e movimentação da economia no Brasil. Teremos mais de um mês para aproveitar esta temporada, claro, de forma segura, respeitando todos os protocolos sanitários", ressaltou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Os protocolos de saúde para cruzeiros foram revistos e o Ministério da Saúde publicou uma nova portaria, com ajustes necessários, de acordo com o atual cenário epidemiológico do Brasil.

"Reforçamos nossos agradecimentos ao Ministério do Turismo, ao ministro Gilson Machado e toda a equipe pela parceria, não apenas nesta, mas em todas as temporadas que já aconteceram e, também, em todas as outras que estão por vir. Estamos prontos para navegar, para oferecer experiências únicas e para impactar positivamente a economia do país", destacou Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil.

Protocolos
 
Segundo a Clia, os cruzeiros são o único segmento do turismo que exige uma abordagem robusta em várias camadas aos protocolos de saúde e segurança que abrangem toda a experiência -- incluindo testes negativos antes do embarque; testes regulares da tripulação; um ambiente onde quase todas as pessoas são vacinadas; limpeza contínua de todos os espaços públicos e quartos de hóspedes/tripulação; uso de máscaras, distanciamento social, ventilação e outras medidas que especialistas em saúde pública de todo o mundo endossaram.

Ainda segundo a Associação, a incidência de covid-19 a bordo de navios de cruzeiro é uma fração do que ocorre em terra e as hospitalizações são extremamente raras. Nas excepcionais ocasiões em que é necessário tratamento médico para passageiros ou tripulantes, os navios de cruzeiro têm instalações médicas, de isolamento e quarentena no local e planos de resposta abrangentes usando recursos privados em terra para evitar qualquer ônus para os portos ou comunidades.

Cruzeiros  

Os cruzeiros têm mostrado sua contribuição para a recuperação econômica global. No mundo, mais de 6 milhões de pessoas navegaram em quase 90 países desde que os cruzeiros retomaram suas operações. São 250 navios ativos por todo o planeta.

No Brasil, a última temporada (2019/2020) trouxe um impacto de R 2,24 bilhões para a economia nacional e gerou cerca de 34 mil empregos, envolvendo uma cadeia extensa de setores, entre eles comércio, alimentação, transportes, hospedagem, serviços turísticos, agenciamento, receptivos e combustíveis, entre muitos outros. A Temporada 2022/2023 está programada para começar em outubro de 2022. (Com informações do Ministério do Turismo)

Publicidade