Publicidade

tudo notícias

Atendimento a pacientes com câncer de boca da Unifal é reconhecido nacionalmente

Projeto inovador da federal Alfenas poderá ser reproduzido em outras regiões do país. Iniciativa foi uma das escolhidas pela OMS Brasil

| Especial para o tudo ep -

Projeto da Unifal, que trata pacientes oncológicos, é reconhecido nacionalmente. (Foto: divulgação Unifal)
O atendimento a pacientes com lesões bucais, por conta do tratamento contra o câncer, feito pela Unifal (Universidade Federal de Alfenas) na Santa Casa da cidade recebeu reconhecimento nacional e vai compor o Laboratório de Inovação em Saúde para a Política Nacional de Saúde Bucal Brasil Sorridente. 

Liderado pela professora do ICB (Instituto de Ciências Biomédicas), Lívia Dias, o projeto foi um dos sete escolhidos dentre 102 no edital do Ministério da Saúde e a OPAS/OMS (Organização Pan Saúde/Organização Mundial da Saúde no Brasil).

"A ideia central é dar visibilidade a iniciativas de âmbito local, para que estas possam ser reproduzidas em outros lugares, melhorando o desempenho do SUS", explica a professora Lívia.

A pesquisadora disse ainda que o reconhecimento também poderá ser internacional. O Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil irão realizar em dezembro um seminário com os selecionados. Além disso, uma comissão irá até a Santa Casa para ver de perto a iniciativa. 


 

LEIA TAMBÉM 

Sul de Minas recebe Festival Filme de Bairro 

Filme que conta história de Poços de Caldas será lançado neste domingo (6)  



Mais conquistas

No dia 21 de outubro, a coordenadora esteve em Belo Horizonte para receber o "Prêmio Professor Edgard Carvalho Silva", concedido pelo CRO-MG (Conselho Regional de Odontologia). O projeto de extensão conquistou o terceiro lugar para melhorias das condições de saúde bucal.

O projeto

O projeto de extensão atende pacientes que passam por complicações decorrentes do tratamento oncológico na região da boca, de qualquer idade e de ambos os sexos, do município de Alfenas (MG). 

Os pacientes são atendidos no ambulatório e também no leito no da Santa Casa. Além disso, a equipe presta suporte na Clínica de Estomatologia da Faculdade de Odontologia, para o tratamento e acompanhamento dos casos mais graves ou aqueles que necessitam de intervenções odontológicas mais especializadas, como exames imaginológicos, cirurgias, entre outros. 

Os pesquisadores realizam ainda atendimentos por teleconsultoria. Nele, estudantes que serão futuros cirurgiões-dentistas usam um aplicativo de smartphone e fazem videochamadas com o paciente. O objetivo é orientação do caso, aplicação de laserterapia, prescrição de medicamentos, entre outros. 

 

LEIA MAIS 

Manifestação pede criação de conselho para combater preconceito LGBTQIA+ em Passos



Publicidade