Publicidade

tudo notícias

Testes de covid e medicamentos restritos são encontrados em caçamba de Itajubá

A Vigilância Sanitária recolheu os itens e a Polícia Civil irá investigar o caso

| Especial para o tudo ep -

Medicamentos foram descartados de forma irregular em caçamba de Itajubá.
Medicamentos controlados, seringas e testes de covid-19 foram encontrados descartados de forma irregular em uma caçamba de construção em Itajubá. O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (1°) no bairro Santos Dumont.

A Polícia Militar informou que foi acionada por um vereador da cidade. Pedro Gama (PV) informou aos policiais que em um local haviam sido descartados itens hospitalares de forma irregular nas proximidades do Samu, encontrados por um funcionário de uma obra da região.

De acordo com os militares, ao chegarem no local ele foi isolado e a perícia acionada. Os medicamentos foram deixados na responsabilidade da Vigilância Sanitária. Segundo eles, não foi possível identificar quem descartou os remédios e os itens hospitalares.  

LEIA MAIS 

Pouso Alegre e Poços de Caldas confirmam primeiros casos de varíola dos macacos do Sul de Minas  

Polícia fecha rinha de galo em Paraisópolis

O vereador informou que um enfermeiro do Samu o acionou e ele chamou a polícia. O profissional da saúde seria amigo do funcionário que encontrou o descarte irregular. Entre os remédios que estavam na caçamba, havia medicamentos de alto custo.

Em nota, a prefeitura de Itajubá afirmou não possuir qualquer relação com o descarte de medicamentos controlados realizado em um terreno da cidade e que faz o procedimento na de acordo com normas técnicas na cidade.

"A prefeitura preza pela transparência e gestão correta de seus insumos, bem como o descarte correto e responsável de qualquer material hospitalar que possa ser prejudicial à saúde humana e ambiental", explicou.

Segundo a administração municipal, o material já foi coletado pela Vigilância Sanitária e identificado como sendo de outro município. De acordo com a prefeitura, a Polícia Civil irá investigar o caso.  

LEIA TAMBÉM  

MPT resgata 17 trabalhadores em situação análoga à escravidão no Sul de Minas


Publicidade