Publicidade

tudo inovação

Docente da Unicamp desenvolve banco de conteúdo autoral para curso online de inglês

Objetivo inicial era oferecer aos alunos da graduação e pós-graduação um curso online de inglês.

| ACidade ON -

Docentes da Unicamp desenvolveram banco de conteúdo autoral (Foto: Comvest)
Quando a pandemia teve início em 2020, o mundo teve que se adaptar e a forma de lecionar e aprender não ficou de fora. Com isso, os professores da Unicamp desenvolveram um banco de conteúdo autoral para ministrar curso de inglês online para os alunos. 

Os professores do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Unicamp trabalhavam no desenvolvimento de ferramentas digitais para o ensino em ambiente virtual desde os anos 2000.

A partir desses estudos que foi criada a primeira disciplina online da Unicamp, com objetivo inicial de oferecer aos alunos da graduação e pós-graduação um curso online de inglês.
  

VEJA TAMBÉM 

A ciência possibilita a cura e melhora da qualidade de vida  

Projeto social capacita jovens para o mercado sustentável em Ribeirão Preto

Os professores do IEL foram responsáveis por criar o banco de conteúdo autoral do curso e por desenvolver a disciplina ministrada de forma virtual.

Uma das responsáveis pelo desenvolvimento, a professora Denise Bértoli Braga, explica que o banco de conteúdo elaborado na Unicamp buscou privilegiar textos pequenos e não datados, privilegiando textos acadêmicos.

"Criamos o curso buscando alinhar o estudo independente à prática textual, com uma lógica da leitura em tela e linguagem digital, privilegiando textos acadêmicos e de divulgação científica para nossos alunos", explica Denise.

Os professores criaram um banco de conteúdo diverso, que permitiu o desenvolvimento do curso de inglês online com metodologia própria.
O curso possui 24 aulas, com seis módulos, que foram agrupados por critérios gramaticais, sendo que três módulos discutem problemas recorrentes para leitores no nível da sentença: verbo, formação de palavras (prefixos e sufixos) e adjuntos adnominais complexos.

De acordo com Denise, esse método faz com que o aluno tenha um estudo de qualidade.

"Oferecemos ao aluno um material de apoio com glossário e apostila gramatical, além de respostas sugeridas pela equipe pedagógica para os exercícios. Também explicamos a parte estratégica que foi utilizada para a resolução das questões. Esse método permite que o aluno tenha um estudo independente de qualidade", afirma a docente.
  

LEIA MAIS  

Estudo: 61% das pessoas conhecem dependentes químicos em Campinas



Publicidade