Publicidade

Game ON

Lidamos com nossos próprios conflitos em As Dusk Falls

Jogo em estilo cinematográfico nos coloca em um trhiller policial envolvendo duas famílias; game está disponível para PC e consoles Xbox

| Game ON TV -

As Dusk Falls

Eu já sabia que iria gostar de As Dusk Falls, jogo do estúdio independente INTERIOR / NIGHT e publicado pela Xbox Game Studios, que foi lançado oficialmente no dia 19 de julho. Logo de cara, o visual dele já conquista. Estamos falando de um título com um viés de narrativa cinematográfica, com atores sendo digitalizados, jogos de câmera, interpretações, enredos completos e por aí vai.  

Ele lembra muito os jogos da Telltale Games, como The Wolf Among Us e Game of Thrones, onde vivemos verdadeiras narrativas, onde nossas decisões interferem diretamente no andamento da história. A principal diferença entre esses eles e As Dusk Falls é que, nele, temos uma história "real".  

Não, o game não envolve nenhum fato histórico ou eventos reais, mas ele lida com situações do dia a dia, que todos podem estar sujeitos. Não estamos falando de dragões voando e briga entre Casas, mas de conflitos entre pessoas, familiares, dúvidas, medos e sentimentos. E esse é o ponto principal de As Dusk Falls, que vai justamente nos prender. 

Nele, vamos acompanhar duas famílias cada uma com seus conflitos e como essas histórias vão se cruzar em um pequeno hotel no condado de Two Rocks, no estado norte-americano do Arizona.
Vamos trabalhar com assuntos do dia a dia, como relação entre pais e filhos, família, certo e errado. Em diversas vezes, o jogador vai se ver em uma situação no jogo que, mesmo que de forma inconsciente, vai respingar em nossas próprias histórias. Confira o trailer de lançamento. 


As Dusk Falls acaba sendo o tipo de jogo que te prende e te impacta de uma forma muito mais forte do que você pensaria. 

Em determinado momento, precisamos lidar com uma crise que envolve nossa filha e optei por uma decisão racional. Depois que tomei essa decisão, eu como pai fiquei repensando minha escolha e me senti mal por tê-la tomado.  

A parte visual contribui muito com isso. Como são atores interpretando e uma reprodução digitalizada, as expressões e os tons de voz dos personagens te deixa muito mais inserido na trama. A música é fantástica, sendo um diferencial positivo do jogo e nos ajudando a entrar na trama.  

As Dusk Falls

O jogo está com diálogos em inglês, mas com a possibilidade de textos e legendas em português do Brasil, permitindo uma experiência cinematográfica.  

Ele também é bem simples de ser jogado. Tudo é feito pelo mouse e teclado, com comandos bem fáceis, como levar o mouse para direita ou ficar apertando repetidamente um botão. Por ser um viés cinematográfico, de interação com o cenário, muitas vezes ele acaba assumindo um estilo point-and-click. 

Por ser do Xbox Studios, ele está desde o lançamento no Xbox Game Pass (uma tremenda oportunidade para quem já é assinante), além de trazer algumas funcionalidades. É possível usar um tablet ou celular para jogar, utilizando-os para os comandos. 

Eu joguei direto no PC, então não testei essa opção. Outra coisa que não testei, mas gostaria muito de experimentar é o modo "jogar com amigos", como se fosse um multiplayer. Deve ser uma experiência tremenda. 

Enquanto não faço, o jeito é jogar o single player mesmo. Confira o primeiro ato do jogo no gameplay. No ranking Repórter Nerd, As Dusk Falls merece nota 8,5. 


Publicidade