Publicidade

Game ON

Criando nosso próprio império no jogo Mith of Empires

Jogo no estilo Sandbox e RPG traz desafios de sobrevivência, gerenciamento e estratégia em um mundo aberto e online

| Game ON TV -

Mith of Empires

Eu confesso que um dos estilos mais desafiadores pelo menos para mim é o sandbox, que numa tradução literal seria Caixa de Areia. Por favor, não confundam com a caixa de areia dos gatos, onde eles deixam suas necessidades, mas aquelas onde as pessoas podem construir jardins, desenhar etc. É bem comum nos países orientais e eu já vi várias vezes por aqui no Brasil. 

Ou seja, essa é a essência do estilo sandbox: ele permite que os jogadores possam construir todas as etapas do seu jogo, do personagem ao seu próprio império, das suas armas até suas estratégias , e por aí vai. Esse é, resumidamente, o objetivo de Mith of Empires, jogo lançado pela Angela Game no ano passado. Nele, vamos interpretar uma pessoa que começa a ascender seu próprio império literalmente do zero: começamos o jogo quase como homens primitivos, precisando construir armas rústicas, descobrir como fazer fogo, comendo, comendo gafanhotos (eca!) e assim por diante. 

Gradualmente, conforme vamos jogando, vamos ampliando nossos equipamentos, enfrentando inimigos, construindo impérios, até entrarmos oficialmente numa fase de reinado, prosperidade e, claro, guerras.
Tudo isso em um cenário que lembra a China feudal, com grandes campos repletos de rios, áreas de pântano, dentre outras.  

Myth of Empires - International Vanguard Edition

Só que Mith of Empires não se limita a isso. O jogo traz uma forte influência do RPG, permitindo que possamos construir nosso próprio personagem, definir as habilidades que achamos mais importantes etc.
Outra forte influência do RPG é o fato dele ser um MMO, reunindo diversos jogadores ao redor do mundo. 

Reunir esses elementos em um jogo não é coisa fácil, mas a Angela Game fez um bom trabalho. Os gráficos são muito bonitos, os cenários bem detalhados e a experiência bem imersiva. Contudo, o jogo apresenta alguns pontos que precisam ser levados em conta, que infelizmente são negativos. 

Apesar de estar em português, há algumas coisas não traduzidas, o que atrapalha em determinados momentos. O início do jogo também pode ser bem difícil para quem não está acostumado, uma vez que não possui um de tutorial muito claro, o que dificulta encontrar algumas coisas. Para entender bem as opções é preciso explorar e fuçar bastante o jogo, o que pode desanimar no começo e afastar o jogador. 

Mas, ao que tudo indica, a Angela Game está buscando resolver e aprimorar cada vez mais o jogo, lançando novos servidores e temporadas, então esses problemas podem ser solucionados em breve. 

Mith of Empires não possui uma versão demo e está fora das grandes lojas online, possuindo um sistema próprio. No passado, ele até estava na Steam, inclusive numa versão demo, mas por conta de direitos autorais (quais, até agora, ainda são um mistério) ele foi retirado.

Por isso, quem quiser jogar, precisa comprá-lo diretamente no site oficial, clicando aqui. Se o jogador não gostar, infelizmente, vai ficar no prejuízo. Mas, através do gameplay, é possível ter uma ideia do jogo, que na classificação Repórter Nerd, ganhou nota 6,0. Confira!


Publicidade