Publicidade

Dérbi Campineiro

Guarani empata com CSA em confronto direto contra o rebaixamento

O time campineiro acertou duas vezes a trave de Marcelo Carné, mas não conseguiu conquistar o triunfo diante do rival

| ACidadeON Campinas -

 

Guarani empatou jogando em Campinas (Foto: Luciano Claudino/Codigo19)

 
Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, Guarani e CSA-AL ficaram no empate sem gols na manhã deste domingo (19), no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, no encerramento da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O resultado mantém o Guarani na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 13 pontos, um a mais que o CSA-AL, que empurrou o Náutico-PE para a degola. Os alagoanos estão na 16ª colocação. 

Na próxima sexta-feira (24), o Guarani visita o Londrina-PR, às 19h, no estádio do Café, pela 14ª rodada. O CSA-AL recebe o Grêmio-RS na quinta (23), às 21h30, no Rei Pelé.

LEIA TAMBÉM  
Taça das Favelas: veja os resultados das partidas deste sábado 
Fifa anuncia cidades-sede da Copa do Mundo de 2026
 
O JOGO 

A partida começou movimentada no Brinco de Ouro. Logo no primeiro minuto, Osvaldo arriscou de fora da área e Rafael Martins defendeu com o peito. Depois foi a vez do Guarani assustar. Bruno José ia ficando cara a cara com Marcelo Carné, mas deixou a bola escapar. Aos sete, Bruno José cruzou rasteiro e Giovanni Augusto, na marca do pênalti, chutou em cima da marcação.

O CSA-AL quase abriu o placar aos 15 minutos. Diego Renan finalizou colocado de fora da área e a bola passou raspando a trave. No contra-ataque, Rodrigo Rodrigues recebeu de Gabriel e bateu cruzado, assustando Rafael Martins.

Se estava difícil por baixo, o Guarani apostou na bola aérea e quase abriu o placar aos 35. Giovanni Augusto cobrou escanteio e Ernando cabeceou na trave. Nos minutos finais do primeiro tempo, o time da casa esboçou uma pressão, mas não conseguiu marcar e foi para o intervalo debaixo de vaias.

O Guarani voltou com o atacante Júlio César no lugar do zagueiro Ernando, mas quem quase marcou foi o CSA-AL. Logo aos dois minutos, Osvaldo cruzou e Lourenço, livre de marcação, cabeceou por cima. O time paulista continuava encontrando dificuldades para criar.

Em um bate e rebate dentro da área do CSA-AL, a bola sobrou para Yago encher o pé na trave de Marcelo Carné. A partida ficou aberta a partir da segunda metade da etapa final, com os dois times buscando o gol da vitória. Aos 36, Lucas Ramon cruzou, Lucão do Break cabeceou e o goleiro azulino fez grande defesa.

Nos minutos finais, o CSA-AL recuou demais e foi pressionado pelo Guarani. Aos 42, Maxwell chutou forte de fora da área e Marcelo Carné espalmou. Esse foi o último lance de perigo do jogo. (Com informações da Federação Paulista de Futebol) 

LEIA TAMBÉM 
Aposta de Campinas acerta a quina da Mega e leva R$ 71,6 mil; veja resultado



Publicidade