Publicidade

Dérbi Campineiro

Na zona de rebaixamento, Guarani contrata técnico Marcelo Chamusca

Treinador que conquistou o acesso na Série C do Campeonato Brasileiro de 2016 com o Guarani, Chamusca tem 55 anos e estava sem clube desde setembro de 2021

| Estadao Conteudo -

  

Guarani anunciou hoje a contratação. (Foto: Reprodução de tv)

O Guarani oficializou, na manhã desta quarta-feira, Marcelo Chamusca como novo treinador para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro. Ele chega para substituir Daniel Paulista, demitido há duas semanas.

Treinador que conquistou o acesso na Série C do Campeonato Brasileiro de 2016 com o Guarani, Chamusca tem 55 anos e estava sem clube desde setembro do ano passado, quando teve uma passagem de apenas um mês pelo Náutico.

Além de Guarani e Náutico, o profissional acumula passagens por Botafogo, Fortaleza, Cuiabá, CRB, Vitória, Ceará, Paysandu, Sampaio Corrêa, Atlético-GO e Salgueiro, além da rival Ponte Preta.

O novo treinador bugrino chega acompanhado do auxiliar Caio Autuori e vai estar na Arena Amazônia, em Manaus (AM), acompanhando o jogo entre Guarani e Vasco, nesta quinta-feira, pela oitava rodada da Série B.

No entanto, o auxiliar fixo Ben-Hur Moreira é quem vai comandar o Guarani nesta partida. Com ele, o clube tem dois empates, contra Ponte Preta (0 a 0) e Tombense (1 a 1). O Guarani se encontra na zona de rebaixamento da Série B, na 17ª colocação, com sete pontos. 

CONFUSÃO 

A saída da delegação do Guarani, no estacionamento interno do Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, foi marcada por uma confusão entre torcedores e um funcionário do clube na noite de ontem (17).  

Em vídeos gravados por torcedores, é possível ver um funcionário que chega a disparar uma arma de fogo para o alto. O tiro não atingiu ninguém e, segundo a assessoria do clube, nenhuma pessoa ficou ferida durante a briga. 

A briga aconteceu na saída dos jogadores para a viagem até Manaus (AM), onde o time enfrenta o Vasco pela Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo acontece pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo será nesta quinta-feira (19), na Arena da Amazônia, a partir das 21h30. 

Segundo a assessoria do Bugre, torcedores acompanhavam a saída da delegação, mas quando estavam lá não houve tumulto. O clube afirmou que vai apurar os fatos.  

"Um grupo de torcedores invadiu o estádio e chegou à área de acesso dos atletas ao ônibus para realizar um protesto. Durante o episódio, foi registrado o incidente envolvendo um dos seguranças do clube. O Guarani tem ciência da gravidade do fato, lamenta o acontecido e tomará as medidas cabíveis. Após o ocorrido, o policiamento foi acionado e não foi registrado mais nenhum problema. Também não houve feridos", diz a nota.

VEJA O VÍDEO 



Publicidade