Publicidade

Dérbi Campineiro

Guarani tem mais jogadores com experiência em dérbis; Ponte aposta em estreantes

Confira os jogadores de Guarani e Ponte que já jogaram dérbi

| ACidadeON Campinas -

 

Jogadores da Ponte e Guarani se abraçam após partida. (Foto: Código 19/Arquivo)


Apesar de viver um momento de instabilidade na temporada, o que provocou a queda de Daniel Paulista às vésperas do dérbi 203, o Guarani terá ao seu lado o fator experiência para tentar recolocar a casa em ordem. Dos jogadores que vinham sendo relacionados pelo ex-treinador nas últimas rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro, apenas seis nunca vivenciaram um clássico campineiro. 

Dentre eles, estão o volante Leandro Vilela e os atacantes Bruno José e Nicolas Careca, que jogaram como titulares no empate por 1 a 1 frente ao Náutico, na última terça-feira. Além deles, nunca disputaram um dérbi o lateral Lucas Ramon, o meia Marcinho e o atacante Lucas Venuto. 

Do lado da Ponte Preta, essa lista é um pouco mais extensa. Como acabou rebaixada no Campeonato Paulista, a equipe alvinegra passou por uma reformulação. Com isso, muitos jogadores foram contratados exclusivamente para a Série B. Ou seja, não estavam no último confronto entre as equipes, no estadual, vencido pelo Guarani por 3 a 0. 

O lateral Artur, os volantes Felipe Amaral e Ramon Carvalho, além dos atacantes Echaporã e Danilo Gomes todos titulares na vitória por 2 a 0 frente ao Brusque na última rodada da Série B vão estrear em dérbis, caso tenham condições de atuar (alguns são dúvidas por lesão). 

A Ponte Preta tem ainda outros dez nomes, totalizando 15, que nunca disputaram o clássico de Campinas. São eles: os volantes Moisés Ribeiro, Walisson e Wesley Fraga, os laterais Bernardo e Igor Formiga, o meia Luiz Felipe e os atacantes Douglas Santos, Ramires, Gabriel Venancio e Nicolas. Esse levantamento considerou apenas os jogadores da Ponte que disputaram dérbis na categoria principal. 

Com o interino no comando, o Guarani chega no dérbi na 16ª colocação da Série B, com cinco pontos. O time bugrino deixou a zona de rebaixamento graças à vitória do Bahia por 4 a 0 para cima do Londrina, que perde para a equipe campineira nos critérios de desempate, já que também tem cinco pontos. 

A Ponte Preta, com o veterano Hélio dos Anjos no comando, é a oitava colocada, com sete pontos. O principal objetivo é chegar ao G-4. Em quarto lugar, a Chapecoense tem oito.

Publicidade