Publicidade

tudo esportes

Tatuagem de Daniel Alves nas partes íntimas foi decisiva para prisão preventiva

A defesa de Daniel Alves tem até quarta-feira (25) para fazer um pedido de habeas corpus para liberá-lo da prisão

| Da redação -

 

Tatuagem de Daniel Alves foi determinante para prisão (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)
Tatuagem de Daniel Alves foi determinante para prisão (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

 

Uma tatuagem foi decisiva para o pedido de prisão preventiva contra Daniel Alves, acusado de agressão sexual em Barcelona, na Espanha. De acordo com o jornal El Mundo, a vítima descreveu que o jogador tinha uma tatuagem de meia-lua entre o abdome e as partes íntimas, que só poderia ser vista caso ele estivesse sem roupa.

Diante da juíza Maria Concepción Canton Martín, em depoimento prestado na última sexta-feira, Daniel Alves teria, em um primeiro momento, afirmado que ele estava sentado no vaso sanitário quando a mulher de 23 anos entrou no banheiro e se atirou sobre ele.

Neste momento, a juíza perguntou pela tatuagem, onde estava localizada em seu corpo e como era possível a vítima tê-la visto se ele estava vestido. A partir desse questionamento, Daniel Alves retificou o que havia dito, afirmando que se levantou assim que a vítima entrou no banheiro e, por isso, ela viu a tatuagem. 

 

VEJA TAMBÉM 
Daniel Alves é transferido de presídio para garantir segurança e boa convivência 

Acusado de agressão sexual, Daniel Alves é detido na Espanha 



Em seguida, Daniel Alves alterou novamente sua versão, admitindo que teve relações sexuais com a denunciante de maneira consensual. Diante das contradições e alegando que o jogador poderia deixar a Espanha, a juíza decretou sua prisão preventiva

A defesa de Daniel Alves tem até quarta-feira (25) para fazer um pedido de habeas corpus para liberá-lo da prisão. Articula-se também um novo depoimento do atleta de 39 anos. O objetivo é reverter a prisão para algo mais brando, como a proibição de deixar o país, recolhimento dos passaportes ou o estabelecimento de uma fiança. Uma das alternativas estudadas é recorrer às instâncias superiores.

SALÁRIO

No mesmo depoimento, Daniel Alves foi questionamento sobre o valor que recebida mensalmente em seu clube, o mexicano Pumas. O lateral-direito respondeu que ganhava 30 mil euros (R$ 170 mil, aproximadamente), mas foi prontamente corrigido pela juíza, que, de posse do seu contrato, apontou que seu salário era de 300 mil euros (R$ 1,7 milhão). 

LEIA MAIS 
BBB 23: Fred, do Desimpedidos, é o favorito para vencer o reality

Publicidade