Publicidade

tudo esportes

Daniel Alves é transferido de presídio para garantir segurança e boa convivência

Acusado de abuso sexual contra uma mulher de 23 anos, o jogador está preso na Espanha desde a semana passada

| Da redação -

Daniel Alves é transferido de presídio para garantir segurança e boa convivência. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Secretaria de Medidas Penais, Reinserção e Atendimento à Vítima da Espanha decidiu nesta segunda-feira (23) transferir Daniel Alves, 39, do presídio Brians 1 para o Brians 2, para garantir sua segurança e "convivência normal". Acusado de abuso sexual contra uma mulher de 23 anos, o jogador está preso de forma preventiva desde a última sexta-feira. 

Geralmente, o presídio Brians 2, em Sant Esteve de Sesrovires, abriga presos condenados, mas também possui um departamento de prisão provisória. O lateral-direito está no módulo 5, onde ficam os empresários, políticos e ex-policiais. De acordo com a Secretária de Medidas Penais, Reinserção e Atendimento à Vítima, o tipo de crime que Daniel Alves é acusado não foi um fator determinante para a transferência e o atleta receberá o mesmo tratamento que os outros internos.  

 

VEJA TAMBÉM 

Acusado de agressão sexual, Daniel Alves é detido na Espanha 

No Majestoso, Ponte Preta reina contra Guarani no dérbi campineiro
 

CASO DANIEL ALVES 

A acusação se refere ao episódio que teria ocorrido na madrugada do dia 30 para 31 de dezembro de 2022, na casa noturna Sutton, localizada em Barcelona, na Espanha. Segundo depoimento da vítima, cujo nome é mantido em sigilo, depois de flertar com ela e outras duas amigas, Daniel Alves teria agarrado sua mão e a levado ao pênis, repetindo o gesto algumas vezes, apesar de a jovem resistir. Em seguida, o lateral-direito pediu que ela o seguisse e a conduziu ao banheiro da área VIP. 

A vítima afirma que ficou trancada no local com o atleta, que a obrigou a fazer sexo e a agrediu quando ela tentou resistir. De acordo com o jornal "El Periódico", da Catalunha, as câmeras de vigilância da casa noturna mostram que Daniel Alves esteve por 15 minutos no banheiro com a mulher que o denunciou. 

PRISÃO DECRETADA 

A prisão de Daniel Alves foi decretada pela juíza Maria Concepción Canton Martín, que argumentou em sua decisão que prender o jogador se justificava pelo risco de fuga, uma vez que ele não mora na Espanha e tem recursos financeiros para sair do país a qualquer momento. 

Segundo a imprensa espanhola, a contradição no depoimento do atleta também foi determinante para o Ministério Público do país pedir sua prisão e a juíza aceitar. No início de janeiro, Daniel Alves confirmou em entrevista ao programa "Y Ahora Sonsoles", da Antena 3, que realmente esteve na mesma boate que a mulher que o acusa, mas alegou que sequer a conhecia. Porém, em seu depoimento afirmou ter tido relações consensuais com a jovem. 

De acordo com o jornal "El País", a mulher abriu mão de ser ressarcida financeiramente pelas lesões e danos morais, uma vez que seu principal objetivo é fazer com que Daniel Alves seja punido pelo ocorrido. (Com informações da Agência Estado)  


LEIA MAIS 

BBB 23: Família de Gabriel fala sobre atitudes com Bruna Griphao; confira! 

 

*Sob supervisão de Marcos Andrade

Publicidade