Publicidade

tudo esportes

Copinha: FPF aciona a polícia para apurar suspeita de manipulação

Um atleta do Zumbi, de Alagoas, teria recebido uma proposta para "arrumar escanteios" na partida contra a Ferroviária

| Estadão conteúdo -

 

Sede da FPF. (Foto: Rodrigo Corsi/FPF)

A FPF (Federação Paulista de Futebol) anunciou. nesta sexta-feira (13), que acionou a Polícia Civil para investigar possível caso de manipulação de resultados em um jogo da Copa São Paulo de Futebol Júnior. De acordo com a denúncia, um atleta do Zumbi, de Alagoas, teria recebido uma proposta para "arrumar escanteios" na partida contra a Ferroviária, pela segunda rodada da fase de grupos.

Em nota, a FPF assegurou que todas as providências legais já estão sendo tomadas. "A Federação Paulista de Futebol recebeu na semana passada denúncia de possível tentativa de manipulação de resultado em uma partida da Copa São Paulo de Futebol Jr. 2023 e imediatamente acionou a Polícia Civil, que iniciou apuração do caso." 

 

 

LEIA MAIS 

Copinha: Casos de diarreia interditam hotel em São Roque

Flamengo conhece o caminho no Mundial de Clubes da Fifa

 



O vice-presidente de comunicação e marketing da FPF, Bernardo Itri, ressaltou que quando existe alguma denúncia, imediatamente, a policia é acionada. "Este é o procedimento tomado com qualquer tipo de denúncia ou uma mera suspeita", explicou.

Para combater eventuais casos de manipulação, a FPF conta com um parceiro de renome: a empresa suíça Sportradar, considerada referência mundial em prevenção e detecção de casos de manipulação de resultados. A companhia acompanha todos os jogos e faz um alerta quando percebe alguma aposta suspeita antes ou durante o jogo.

Mas neste caso específico, a denúncia partiu de um jogador do Zumbi-AL, cuja identidade está sendo preservada. Ele diz ter recebido uma oferta de R$ 3 mil para dar alguns escanteios a favor da Ferroviária, na segunda rodada do torneio. O "apostador" perguntou sobre a situação financeira do atleta, antes de fazer a proposta. O time alagoano acabou vencendo o jogo por 1 a 0, com gol aos 47 minutos do segundo tempo, em jogo válido pelo Grupo 12, disputado em Araraquara.

Após receber a proposta por WhatsApp, o jogador levou o caso até o presidente do clube, que acionou a FPF, que não demorou a entrar em contato com a Polícia Civil. Foi registrado também um Boletim de Ocorrência.

Segundo a polícia, o suspeito, que se apresentou ao jogador alagoano como Diego Rodrigues, já foi identificado e está sendo aguardado para prestar depoimento. Ele será indiciado pelo crime de manipulação de resultados. O Zumbi-AL foi eliminado pelo Sport na última quinta-feira após perder por 3 a 0, em Cravinhos. 

LEIA TAMBÉM 

Saiba a origem da sexta-feira 13 e confira lista de filmes de terror

Publicidade