Publicidade

viu essa?

CARNAVAL: Blocos de SP fazem esquenta com festas e ensaios

Pela primeira vez, desde 2020, São Paulo realiza pré-carnaval sem as restrições da pandemia de Covid-19

| Estadão conteúdo -

 

Carnaval de São Paulo promete 'esquenta' para este ano (Foto: Reprodução/ Pixabay)

 

O carnaval está chegando e São Paulo já está no clima de festividade. Nesta e nas próximas semanas, blocos de rua realizam ensaios abertos e festas como um 'esquenta' para o que está por vir em fevereiro, com opções concentradas principalmente nos fins de semana. 

Os eventos geralmente são realizados em locais fechados e com a cobrança de ingresso. Para os blocos, as agendas são oportunidades tanto para se preparar técnica e financeiramente para os desfiles quanto uma forma de se reconectar com o público após dois anos sem carnaval de rua oficial. Desde 2020, este é o primeiro pré-carnaval sem as restrições da pandemia e com um número mais controlado de internações pela covid-19.

"As festas começam a puxar a memória do carnaval, tem essa função de preparar o espírito para a avenida", descreve Alessa, de 39 anos, cofundadora e diretora musical do bloco Ritaleena. Conhecido por homenagear a cantora Rita Lee, a agremiação tem duas apresentações marcadas para antes do carnaval. 

VEJA TAMBÉM 
Jojo Todynho faz exame de ultrassom e intriga fãs 
Cantora Iggy Azalea estreia projeto no OnlyFans; saiba mais

"A gente costuma se apresentar durante o ano, mas a procura é maior em janeiro", afirma. No esquenta, o bloco se apresenta com uma mistura de figurinos de anos anteriores, pois o novo é revelado apenas no desfile. Entre os frequentadores, há também quem vá fantasiado ou com adereços.

Já o Agrada Gregos prepara mais uma edição do festival carnavalesco que realiza, desde 2017, nas vésperas do aniversário de São Paulo. "Pensamos em replicar a sensação do carnaval, de dias seguidos. É uma forma de se preparar, criar resistência, para o corpo se acostumar com a maratona", conta Nathalia Takenobu, de 37, sócia-fundadora do bloco.

Segundo ela, a venda de ingressos é maior na categoria passaporte, o que indica que os frequentadores realmente aderem à "maratona". "A ideia é replicar o que acontece no nosso carnaval de São Paulo, a mistura de estilos", diz.

O evento será realizado em dois dias, com diferentes palcos e um trio elétrico, que também vai receber blocos convidados, como Minhoqueens e Meu Santo é Pop. "O trio elétrico dá esse clima, a sensação de que o carnaval está chegando."

A programação oficial do carnaval de rua neste ano será concentrada nos fins de semana de pré (11 e 12 de fevereiro) e pós-carnaval (25 e 26) e nos quatros dias da folia (18, 19, 20 e 21). A programação oficial ainda não foi divulgada. 

LEIA MAIS 
Anderson Torres é preso pela PF após desembarcar em Brasília

Publicidade