Publicidade

viu essa?

Mansão de Clodovil pode ser demolida; entenda

Imóvel chegou a ser arrematado em um leilão, mas Ministério Público quer a demolição do prédio

| Da redação -

 

Imóvel chegou a ser arrematado em um leilão, mas Ministério Público quer a demolição do prédio (Foto: Reprodução/g1)

 

A mansão em Ubatuba (SP) do apresentador e estilista Clodovil Hernandes, morto em 2010, está no centro de uma disputa judicial, que envolve a posse por uma moradora de Campinas (SP) e um pedido de demolição feito pelo Ministério Público. 

A casa, que foi leiloada em 2017, chegou a ser avaliada em R$ 1,6 milhão, mas Thalita Daiane de Melo arrematou a mansão com vista para o mar, em 2018, pelo valor de R$ 750 mil. Entretanto, ela nunca chegou a usar o espaço. 

Na época, ela tentou anular o leilão, mas o pedido de anulação foi negado e a Justiça determinou que o direito para uso do imóvel fosse transmitido para Thalita.
Porém a compradora nunca teve acesso a casa porque o Ministério Público também entrou com uma ação para que a mansão fosse demolida. O pedido de demolição para a casa, que fica em um terreno de três mil metros quadrados, com cerca de 20 cômodos, foi feito em 2021, e ainda não há uma decisão sobre isso.
Para a advogada Maria Hebe Queiroz, que representa o espólio de Clodovil, a demolição da casa foi contestada. "É muito caro para demolir. A não ser que o poder público queira assumir as despesas", disse. 

A compradora Thalita Daiana de Melo, e seu advogado, José de Araújo, para entender se houve desistência do pedido de anulação do leilão e se há planos para a mansão, mas não teve retorno.  As informações são do g1.

 

LEIA TAMBÉM 

Atriz veterana critica remakes; entenda 

Relembre polêmicas de Neymar enquanto estava com Bruna Biancardi


COMO ESTÁ A MANSÃO DE CLODOVIL 

O imóvel apresenta sinais de abandono, segundo a advogada Maria Hebe Queiroz, a casa está em péssimo estado de conservação já que a Justiça nunca autorizou reformas no local. Atualmente, um caseiro trabalha no imóvel apenas para cortar o mato alto e impedir que haja invasões. 

Veja como está a mansão: 

Imóvel chegou a ser arrematado em um leilão, mas Ministério Público quer a demolição do prédio (Foto: Reprodução/g1)
Imóvel chegou a ser arrematado em um leilão, mas Ministério Público quer a demolição do prédio (Foto: Reprodução/g1)
Imóvel chegou a ser arrematado em um leilão, mas Ministério Público quer a demolição do prédio (Foto: Reprodução/g1)
Imóvel chegou a ser arrematado em um leilão, mas Ministério Público quer a demolição do prédio (Foto: Reprodução/g1)

Publicidade