Publicidade

on run

Você no ON RUN: José Roberto de Castro

O maior portal de corrida de rua do interior paulista abre espaço para atletas amadores e amantes da modalidade contarem suas histórias

| Da redação -

José Roberto de Castro após a Corrida Integração 2012
José Roberto de Castro nasceu em Formiga, Minas Gerais, há 57 anos. Destes, 36 são dedicados à corrida de rua. Começou a correr na Unicamp em 1985, um ano após chegar a Universidade Estadual de Campinas. Além da carreira universitária, também lecionou na rede pública de ensino por 18 anos. Entusiasta da modalidade, é um veterano na Corrida Integração, com participações ininterruptas ao longo dos anos, desde os tempos em que a largada ocorria no centro da cidade. A entrevista a seguir, ele conta mais sobre sua vida como atleta amador:

ON RUN: como foi seu início na corrida?
Roberto de Castro: Lá pelos anos de 1985, quando comecei a trabalhar na Unicamp, em Campinas, havia um grupo de pessoas que fazia atividade física na FEF (Faculdade de Educação Física) na hora do almoço. Então, comecei a correr com eles.

ON RUN: Qual sua mensagem para os corredores que vão participar da Corrida Integração 2022?
Roberto de Castro: Se chegou até aqui, preparado para largar na Integração, vá em frente. Corra, mas corra no seu ritmo. Não vá além do que treinou.

ON RUN: Quais as maiores dificuldades para se manter treinando?
Roberto de Castro: Eu não encaro como dificuldade. Gosto da atividade física e, no caso da corrida, pode-se praticar em qualquer horário e lugar, basta querer. Lógico que tem fases na vida que esse tempo disponível fica difícil, mas a gente vai se adaptando.

ON RUN: O que te mantém firma nos treinos?
Roberto de Castro: Eu gosto de atividade física, então isso ajuda, mas também sou bem disciplinado. Acho que isso é um dos meus pontos fortes.

ON RUN: Além de motivação e disciplina, quais outros cuidados você toma para se manter como atleta amador?
Roberto de Castro: Respeitar os horários para treinos, cuidar da alimentação, dormir e tomar cuidado com a saúde (consultar medico).

ON RUN: Você faz atividades extras para evoluir na corrida?
Roberto de Castro: Eu pratico taekwondo e faço condicionamento físico. Acredito que isso ajuda muito no fortalecimento das articulações e músculos, que é importante para corrida. Por outro lado, a corrida me ajuda no taekwondo e condicionamento com a resistência aeróbica.

ON RUN: Quais são seus maiores sonhos com a corrida?
Roberto de Castro: Conseguir alcançar e manter os 10k abaixo de 45 minutos. E correr uma maratona.

ON RUN: Sua família te motiva a correr?
Roberto de Castro: Acho que, na minha idade, estou mais para motivar que ser motivado. Mas quando comecei na corrida não tinha ninguém. Comecei mais por influência de terceiros.

ON RUN: Como seria a sua corrida de rua ideal?
Roberto de Castro: Não tenho uma opinião sobre como seria uma corrida de rua ideal. Cada prova tem suas características e atrativos, então, acho que isso é o que torna cada corrida de rua a "corrida ideal" para diferentes pessoas. E acredito que essa "não idealidade", se for o caso, é o que a torna essa modalidade tão popular. 

José Roberto de Castro e amigos nos tempos em que a largada da Integração era no Centro de Campinas
ON RUN: Quem são seus ídolos ou pessoas que te inspiram?
Roberto de Castro: Na verdade, eu não tenho um ídolo na corrida, com esse foco de me inspirar ou continuar firme no esporte. Acredito que me manter "firme" na corrida está mais para um propósito pessoal mesmo. Para ter saúde, longevidade e qualidade melhor de vida

ON RUN: Conte como é a sua rotina de treinos de corrida.
Roberto de Castro: No momento, ela está meio conturbada. Mas, normalmente, a rotina regular é de treinos em três e/ou quatro dias na semana, com duração de cerca de 90 minutos

ON RUN: Como é a sua alimentação no período de treinos e descanso. É tudo igual?
Roberto de Castro: Não. Normalmente, nos dias de treinos, me alimento mais, tanto em quantidade como em variedade e qualidade.

ON RUN: Já sofreu alguma lesão grave? se sim, conta como superou.
Roberto de Castro: Alguma pequena lesão sempre faz parte de rotina de quem pratica atividade física, Esse tipo, sim, já tive várias. Do tipo que passam e se curam logo. Já lesões graves relacionadas a prática esportiva, graças a Deus, não tive e nem quero ter.

ON RUN: Quais conselhos daria para quem sonha em se tornar um corredor amador?
Roberto de Castro: Um conselho básico seria: pare de sonhar, acorde e vá correr! Mas sempre com orientação adequada para que seu sonho não vire um pesadelo.

ON RUN: Por que você salienta a importância da orientação adequada. Tem alguma história pessoal sobre isso?
Roberto de Castro: Eu poderia ter continuado praticando a corrida sem um treinador, como fiz por muito tempo desde o início na modalidade? Até poderia. Porém, quando pude ter um técnico especialista, percebi o quanto uma orientação profissional adequada ajuda a melhorar, além de te incentivar. Por isso, acredito que é muito importante, não só para mim como para qualquer um que queira iniciar na corrida.

ON RUN: Quais as principais provas e resultados que você participou?
Roberto de Castro: Já participei de inúmeras provas e considero todas como principais, contudo, em 2012, nos 21km da Golden Four Asics Brasília, em novembro, fiz o tempo 1h37min41, o melhor tempo entre as minhas meias maratonas. Depois, em 2016, na Corrida Mais Vida Boldrini, fiz os 10k em 44min56, primeira e única vez abaixo dos 45 minutos. Pelo menos atá o momento, pois tenho como objetivo permanecer abaixo disso.

Publicidade