Publicidade

on run

Maratona Internacional de São Paulo 2023 abre inscrições

Tradicional prova da capital paulista terá a 27ª edição disputada no dia 2 de abril, previsão de 20 mil corredores e duelo entre brasileiros e estrangeiros na elite

| Da redação -

Maratona Internacional de São Paulo 2022
Essa é para colocar na agenda, se programar e, se você for do time dos precavidos, já fazer inscrição para garantir vaga. A Maratona Internacional de São Paulo tem a 27ª edição para o dia 2 de abril de 2023, mais uma vez com largada e chegada no Ibirapuera. O site oficial do evento apresenta todas as informações. Para saber mais, clique AQUI.

A prova retornou neste ano, após três anos ausente em razão das restrições impostas pela pandemia da Covid-19. O objetivo dos organizadores ao trabalhar a antecedência no calendário é consolidar ainda mais sua condição de principal prova do gênero no país.

A partir de setembro, serão realizadas ações voltadas para o turismo, especialmente para os atletas vindo de outros estados. Também estão previstas três seletivas em parques, cuja programação, datas e detalhes serão apresentados em breve, segundo os organizadores do evento.

A Maratona Internacional de São Paulo tem previsão de até 20 mil atletas em todas as distâncias para 2023. Além disso, na programação ainda haverá uma corrida infantil, na véspera, além de novo local para entrega de kits e a tradicional Expo, feiras com produtos para corrida. A prova também terá transmissão ao vivo das disputas de 42k e 21k.
 
DUELOS INTERNACIONAIS
Outro aspecto importante é com relação ao número de atletas de elite, tanto no masculino como feminino. Em razão do Selo World Athletics, a categoria atrai os melhores nomes do país em corridas de rua e vários destaques do exterior, sendo a competição com o maior número de atletas na briga pelo topo do pódio. E esse duelo entre brasileiros e estrangeiros é uma das atrações nas mais de duas décadas de história da Maratona Internacional de São Paulo.

A Maratona Internacional de São Paulo mantém ainda o melhor tempo de maratonas feitas no Brasil. Em 2002, Vanderlei Cordeiro de Lima, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, venceu com o tempo de 2h11min19.

O reconhecimento da relevância da Maratona Internacional de São Paulo é reforçado pelos parceiros já confirmados. Já estão no evento marcas importante como Olympikus, marca esportiva oficial, Assaí, Drogaria São Paulo, NewOn, Café 3 Corações, Dois Cunhados e Montevérgine, contando com o apoio da Prefeitura de São Paulo pelas Secretarias de Turismo e Esporte e do Governo no Estado.
  
Todos os campeões 
Maratona de São Paulo (Masculino / Feminino)

2022 Tilahun Nigussie (ETI), 2h18min04 / Kebebush Yisma (ETI), 2h37min40
2019 Kimani Irungu (QUE), 2h18min32seg / Sifan Demise (ETH), 2h35min03seg
2018 Solonei da Silva (BRA)m 2h15min55s/Andréia Hessel (BRA), 2h40min07s
2017 Paul Kimutai (QUE), 2h17min56s/ Leah Jerotich (QUE), 2h41min58s
2016 Paul Kimutai (QUE), 2h17min14seg/Alice Kibor (QUE), 2h35min56seg
2015 Asbel Kipsang (QUE), 2h15min15s/Carolyne Komen (QUE),2h35min51s
2014 Paul Kangogo (QUE), 2h14min16s/Rumokol Chepkanan (QUE), 2h42min27s
2013 Stanlei Koech (QUE), 2h16min07/Samira Raif (MAR), 2h38min23s
2012 Solonei da Silva (BRA),2h12min25s/Rumokol Chepkanan (QUE),2h31min31s*
2011 David Kemboi (QUE), 2h11min53s/ Samira Raif (MAR), 2h36min01
2010 Stanley Biwott (QUE), 2h11min21s/Marizete Moreira (BRA), 2h39min26s
2009 Elias Chelimo (QUE), 2h13m59s/ Marizete Moreira (BRA), 2h42m24s
2008 Claudir Rodrigues (BRA), 2h17m07s/Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h42m20s
2007 Reuben Chepkwek (QUE), 2h16m05s/ Jacqueline Chebor (QUE), 2h40m12s
2006 Rotich Solomon (QUE), 2h15m15s/ Margaret Karie (QUE), 2h39m24s
2005 José Teles (BRA), 2h19m47s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m39s
2004 Franck Caldeira (BRA), 2h17m30s/ Margareth Karie (QUE), 2h40m10s
2003 Genilson da Silva (BRA), 2h16m26s/Mª do Carmo Arruda (BRA), 2h39m12s
2002 Vanderlei de Lima (BRA), 2h11m19s*/ Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h36m07s
2001 Stephen Rugut (QUE),2h14m30s/ Marizete Rezende (BRA), 2h38m57s
2000 David Ngetich (QUE), 2h15m21s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m15s
1999 Paul Yego (QUE), 2h15m29s/Márcia Narloch (BRA), 2h37m20s
1998 Diamantino dos Santos(BRA), 2h16m55s/ Viviane Oliveira (BRA), 2h39m58s
1997 Emboici Cheruiyot (QUE), 2h17m07s/ Viviany Oliveira (BRA), 2h42m13s
1996 Chalam El Maali (MAR), 2h15m21s/ Janete Mayal (BRA), 2h41m40s
1995 Luiz A. dos Santos (BRA), 2h17m11s/Ilyna Nadezhda (RUS), 2h49m33s
*recordes



Publicidade