Publicidade

on run

Comprar produtos usados pode ser um bom negócio. E ainda ajuda a salva o planeta

Trata-se da Economia Circular. Nessa linha, Decathlon lança serviço de compra e venda de artigos de segunda mão no segmento esportivo

| ON Run -

Economia, ecologia e bons negócios com produtos usados
Adquirir um produto usado é prática comum no mercado de carros, móveis, eletrodoméstico e até roupas. Os brechós estão aí para confirmar. No Brasil, esse consumo cresceu durante a pandemia. De acordo com um levantamento feito pelo Sebrae em 2021, o número de estabelecimentos especializados em artigos de segunda mão cresceu 48,58%.

O reaproveitamento é a base da chamada Economia Circular, um conceito que une desenvolvimento econômico a um melhor uso de recursos naturais, desde a otimização nos processos de fabricação com matéria-prima mais durável e consumo consciente, passando pelo reaproveitamento, reuso e reciclagem. Tudo em nome do meio ambiente. Entre os esportes, nenhum interage com a natureza como a corrida. Desta forma, era de se esperar que o esporte aderisse a esse movimento.
 
DECATHLON CIRCULA
O exemplo mais recente é a criação do Decathlon Circula. O novo serviço da loja de materiais esportivos tem como objetivo promover a compra e venda de produtos esportivos usados. Ao oferecer artigos de segunda mão, não somente ampliará sua base de clientes, como incentivará os esportistas a entender e se engajar na economia circular, colaborando diretamente em ações que ajudarão na preservação ambiental.

"O lançamento da Decathlon Circula além de ampliar o nosso catálogo de produtos esportivos em um mercado em constante crescimento, reforça também nosso posicionamento de marca engajada com o planeta. O lançamento de serviços sustentáveis é um dos pilares do nosso projeto de sustentabilidade, junto com o nosso compromisso de ter 100% de produtos ecodesign até 2026", afirma Cédric Burel, CEO da Decathlon Brasil.

Segundo ele, o projeto se conecta com a missão da marca de tornar o prazer e os benefícios do esporte acessíveis ao maior número de pessoas de forma sustentável. Também integra o compromisso ambiental da Decathlon, que inclui uma série de iniciativas, como: aquisição de frota de caminhões elétricos para operação logística verde no Brasil; ter 100% da gama de produtos com menos impacto ao meio ambiente até 2026; zerar a utilização de cabides descartáveis e reduzir a emissão de CO2 em 40% por produto vendido globalmente até 2026.

O serviço contará com a parceria da SeMexe, startup que traz um novo jeito de comprar e vender itens do universo da bike. "Estamos muito felizes em poder oferecer este novo serviço ao consumidor esportista. Unimos forças com um parceiro que já é referência na revenda de produtos esportivos usados, visando dar um novo ciclo de vida para os equipamentos. Para nós, um conceito vital para o mundo do esporte, é a preocupação com o meio ambiente, então esse projeto vem ratificar esse pensamento", completa Jorge Monteiro, gerente de marketplace da Decathlon Brasil.  

COMO FUNCIONA O DECATHLON CIRCULA  
1.
O esportista separa os itens que deseja vender (também serão aceitos produtos que não foram comprados na Decathlon) e leva até um dos pontos de coleta - inicialmente, contará com apenas um ponto de coleta na loja do Morumbi, em SP, ampliando o perímetro de atuação à medida em que o serviço for crescendo.

2. É realizado o cadastro no portal e registro dos itens que estão sendo entregues. Produtos são separados, identificados e lacrados para envio à equipe de curadoria.

3. Junto da SeMexe, a equipe avalia os itens, fotógrafa, precifica, publica o anúncio, embala e despacha para o comprador.

4. Após a publicação, o esportista poderá diminuir o preço anunciado em até 50% ou aumentar em até 25%.

5. Depois de vendido, o esportista recebe o valor da venda (menos a comissão destinada à Decathlon) e pode transferir para sua conta bancária cadastrada ou utilizar o crédito para realizar compras na loja.

6. Todo o processo é feito online e de forma simplificada, sem a necessidade que o vendedor entre em contato com os interessados no produto.


Publicidade