Publicidade

tudo auto

Protótipo Ligier resiste e vence as Quatro Horas de Goiânia

Monoposto Ligier da dupla Guilherme Bottura e Gaetano Di Mauro herdou a vitória a poucas voltas do final

| tudo auto -

 

A Ligier de Guilherme Bottura e Gaetano Di Mauro vencem a etapa de Goiânia (Divulgação)
Goiânia recebeu neste último sábado a quinta etapa do Império Endurance Brasil e assistiu mais uma vez à Ligier de Guilherme Bottura e Gaetano Di Mauro conquistar uma vitória que parecia improvável. O troféu ficou com os pilotos da equipe BTZ depois que Pedro Queirolo e David Muffato sofreram com uma quebra a poucas voltas do final da prova que teve quatro horas de duração  

Foi a segunda vitória de Bottura e Di Mauro no campeonato. A primeira havia sido justamente no Autódromo Ayrton Senna, na abertura da temporada. Coincidentemente a conquista veio nas mesmas condições, com a quebra de um adversário pouco andes da bandeirada.  

"A durabilidade do nosso equipamento tem sido nossa arma neste campeonato. O trabalho de toda a equipe tem sido fantástico e estamos muito felizes de poder voltar ao alto do pódio depois de oscilarmos nas últimas etapas", afirmou Bottura. "Foi uma corrida emocionante do início ao fim para nós. Agora é buscar manter este ritmo para subir na tabela e entrar na reta final do campeonato brigando pelo título", completou Gaetano.  

A dupla da Ligier dividiu o pódio das Quatro Horas de Goiânia com o AJR de Pietro Rimbano e Leandro Romera, que ficou na segunda colocação. O trio Fernando Ohashi, Emílio Padron e Marcelo Vianna (AJR) ficou em terceiro lugar enquanto Robbi Perez, Sarin Carlesso e Chris Hahn (AJR) cruzaram a linha na quarta posição. Todos competidores da categoria P1  
 
Pódio da etapa de Goiânia do Endurance Brasil (Divulgação)
Já a quinta colocação da Geral foi de Léo Sanchez e Átila Abreu, resultado que deu à dupla da BMW a inédita vitória na categoria GT3. "Esta conquista vem coroar a grande evolução do Léo na competição. Na sexta-feira ele foi essencial para que marcássemos nossa primeira pole position. Hoje, o ritmo que ele apresentou ao longo da prova fez toda a diferença", afirmou Átila Abreu.  

"Foi uma corrida bastante extenuante, por conta do forte calor, mas conseguimos nos superar. Tivemos um carro rápido. Se começo do ano a BMW sofreu um pouco para se adaptar às condições de pista, combustível e temperatura do Brasil, agora começamos a dar mostras de que esta é uma máquina que veio para brigar por grandes resultados no Império Endurance Brasil", completou Sanchez. 
 
Leia mais 
Depois de 24 anos, um brasileiro volta a vencer o Mundial 
Espaço interno e o conforto são dos destaques do VW Taos
Royal Enfield lança mais um motocicleta com design retrô


O pódio dos carros de Gran Turismo ainda teve Marcelo Hahn/Allam Khodair (McLaren), Ricardo Baptista/Cacá Bueno (Mercedes), Marcel Visconde/Marçal Muller/Ricardo Maurício (Porsche) e Alexandre Negrão/Marcos Gomes (Mercedes).  

Na categoria GT4 a vitória ficou com a Mercedes do trio Marco Pisani, Leandro Ferrari e Renan Guerra. Já na P2 quem levou a melhor foi o trio Fernando Poeta, Cláudio Ricci e Rafael Biancini. Ricardo Haag e Mário Marcondes subiram ao degrau mais alto do pódio na P2 Light.  

A próxima etapa do Império Endurance Brasil está marcada para o dia 05 de novembro, em Santa Cruz do Sul. (AF)

Publicidade