Publicidade

tudo agro

Entenda se vale a pena investir em pó de rocha como adubo

Engenheiro agrônomo explica quais elementos são os mais nutritivos para a cultura de café

| Da redação -

 

Para aliviar o bolso do produtor, o pó de rocha, utilizado como adubo, pode ser uma solução barata e eficaz (Foto: Reprodução/ YouTube)

 

O ano de 2022 apresentou alguns desafios para o produtor de café. A quebra de safra, a seca prolongada, o adubo caro e a dificuldade da mão de obra foram alguns problemas enfrentados neste ano. Mas, para aliviar o bolso do produtor, o pó de rocha, utilizado como adubo, pode ser uma solução barata e eficaz. 

Embora a ciência constate que os pós de rochas não se equivalem aos adubos apropriados, esses elementos costumam ter um efeito satisfatório caso sejam utilizados corretamente. 

Conheça alguns e descubra se vale a pena a utilização: 

LEIA TAMBÉM
Entenda a falta da mão de obra nas lavouras de café
Produção de grãos deve atingir 308 milhões de toneladas

CALCÁRIO 

O calcário é rico em magnésio. Este é um nutriente que favorece o bom crescimento do café e gera produtividade ao cafeicultor. 

Para conseguir extrair o magnésio, o pó de calcário precisa ser aplicado nas plantas durante a adubação. Quanto mais ativa é a rocha e mais fino é o pó do calcário, melhor é o efeito desse nutriente no solo e nas plantas de café. 

No entanto, por ser extraído de pedreiras, o calcário é um recurso que conta com muito pouco nutriente. Para o engenheiro agrônomo Gustavo Rennó, há outros recursos que o cafeeiro pode investir. 

SILICATO DE MAGNÉSIO E POTÁSSIO 

Os silicatos de magnésio e potássio, diferente do calcário, apresentam, ao menos, cerca de 40% e 14% de concentração de dióxido de magnésio respectivamente. Isso significa que há mais contração de nutrientes benéficos para o café. 

De acordo com Rennó, os silicatos foram testados cientificamente em culturas de milho, cana e soja e apresentaram resultados positivos. 

Os silicatos de magnésio podem ser encontrados em jazidas de quartzo, micas e piroxênios. Já os silicatos de potássio podem ser obtidos a partir de reações de minerais silicatados com hidróxido de potássio. 

Para você conferir mais sobre essas alternativas de adubos, assista ao vídeo abaixo: 

VEJA MAIS
Aprenda a lucrar com torrefação de café

*Com supervisão de Marcos Andrade

Publicidade