Publicidade

Educa mais cast

Autismo e Escola é tema de curso de extensão para educadores de São Carlos

Formação começa em junho e será realizada em parceria com o Centro de Reabilitação Pediátrico Primeiros Passos, referência no município e região

| ACidade ON -

Em junho, o Centro de Formação dos Profissionais da Educação (CeFPE) de São Carlos abre inscrições para o curso de extensão presencial "Autismo e Escola". Ele será oferecido às terças-feiras, no período noturno, pelos profissionais do Centro de Reabilitação Pediátrico Primeiros Passos, referência na cidade e região no atendimento e tratamento de distúrbios, deficiências e Transtorno do Espectro Autista (TEA) de bebês, crianças e adolescentes.  

Crédito: Freepik.
  

O TEA engloba diferentes condições marcadas por um desenvolvimento neurológico atípico, mas com três características fundamentais: dificuldade de comunicação por deficiência no domínio da linguagem, dificuldade de socialização, e padrão de comportamento restritivo e repetitivo. 

A formação proposta pelo CeFPE seguirá uma abordagem multidisciplinar sobre o autismo, esclarece a terapeuta ocupacional do Centro de Reabilitação Pediátrico, Marina Sanches Silvestrini. "Vamos falar da história do TEA, das características da criança autista e de estratégias de ensino dentro da ciência da Análise do Comportamento Aplicada (ABA) para facilitar o cotidiano na sala de aula. Também falaremos sobre o desenvolvimento da linguagem, como observar dificuldades e atrasos que podem indicar o TEA, e trabalhar formas de comunicação alternativas e ampliadas com a criança autista, já que muitas têm um comportamento inadequado, porque não conseguem se comunicar". 

Aumento da procura sobre o tema 

Na avaliação da terapeuta, hoje, com a ampliação dos caminhos científicos que favorecem a identificação do autismo, há um número maior de crianças com o diagnóstico clínico. Logo, o interesse dos pais e das escolas pelo assunto tem crescido, e a capacitação oferecida pela prefeitura através do CeFPE, em parceria com o Centro de Reabilitação Pediátrico, reflete essa preocupação.

"Felizmente, as escolas têm percebido a falta de repertório especializado e a necessidade de estratégias para melhorar a experiência da criança autista na escola, a experiência do professor e a dinâmica com as outras crianças. O que queremos é aproximar cada vez mais as áreas da saúde e educação para desenvolver ferramentas mais eficazes de ensino", reflete Marina.
As datas do curso e das inscrições serão divulgadas em breve nas redes sociais do CeFPE. 

Centro de Formação dos Profissionais da Educação (CeFPE) 

- Instagram: www.instagram.com/cefpeformacao 

- Facebook: www.facebook.com/cefpe.formacao.5

Publicidade